CSP-MG reúne lideranças do mercado para debater futuro do seguro de pessoas

Publicado em 6 de novembro de 2015

noticia-blog-81Cerca de 120 pessoas, entre corretores, representantes de seguradoras e entidades do mercado, prestigiaram o 1º Encontro do Clube de Seguros de Pessoas de Minas Gerais (CSP-MG), realizado no dia 14 de julho, no Automóvel Clube de Minas Gerais, em Belo Horizonte. O evento teve o objetivo de debater astendências do setor diante do atual cenário econômico e trouxe como convidado o presidente da Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (Fenaprevi), Marco Antonio Rossi, que é diretor presidente do Grupo Bradesco Seguros e Previdência.

Nas boas-vindas aos convidados, o presidente do CSP-MG, Hélio Loreno, ressaltou que a entidade cumpre o papel essencial de estimular o desenvolvimento técnico e congregar representantes da categoria, além de ser um espaço privilegiado para o debate de políticas do setor, promovendo o encontro de lideranças preocupadas com desenvolvimento e a credibilidade da classe em Minas Gerais e no País. “Esperamos que este evento seja o marco de muitos outros momentos importantes que iremos compartilhar a partir de agora”, discursou Loreno, que é diretor presidente da Classic Seguros.

O palestrante da noite, Marco Antonio Rossi, iniciou sua exposição ressaltando que o Brasil passa por um processo inédito de desenvolvimento econômico impulsionado pela estabilidade econômica e aumento derenda da população. “Estamos vivendo um momento excepcional, de grande prosperidade, em um País que está em constante processo de transformação. E o mercado de seguros é favorecido por esse cenário. Nossa participação no PIB em termos de prêmios e contribuições (3,42%) ainda está distante do mundo moderno, por isso temos muito a avançar ainda”, comentou.

Nesse contexto, o presidente da Fenaprevi lembrou que o Brasil vive o melhor momento demográfico de sua história, o que impacta positivamente o mercado de seguros. O bônus demográfico aponta que hoje a maioria da população brasileira está em fase produtiva, com capacidade de trabalhar e gerar riqueza para alavancar o desenvolvimento do País.

Para os próximos anos, ressaltou o executivo, o cenário é ainda mais promissor. “Em 2015, o Brasil deve ocupar a 7ª posição no ranking das grandes economias mundiais. Especialistas já preveem que em 2030 seremos a terceira economia do mundo. Com certeza, teremos um mercado de seguros maior, mais evoluído e atento a todas as oportunidades que o país possa oferecer”.

Para finalizar, Rossi deixou um recado aos corretores presentes. “É importante que o profissional tenha umavisão integrada de todos os benefícios que ele poderá apresentar ao consumidor. A oferta de seguros em 2021, por exemplo, será completamente diferente do que é hoje. O corretor vai precisar usar a tecnologia a seu favor, se aproximar ainda mais dos consumidores e buscar alternativas para agregar valor na relação com o cliente”.

Homenagens – Além da palestra com o presidente da Fenaprevi, o 1º Encontro do Clube de Seguros de Pessoas de Minas Gerais também reservou um momento especial para homenagear as instituições beneméritas, que receberam placas de agradecimento. Entre as homenageadas, Bradesco Vida e Previdência, Capemisa, Classic Seguros (foto abaixo), Marítima Seguros, Met Life, Mongeral Aegon, Previsul e Zurich Brasil Seguros SA.

Opiniões sobre o evento:

“O evento foi excelente. Para mim foi uma honra participar do primeiro encontro do CSP-MG”.
Marco Antonio Rossi, presidente da Fenaprevi

“O encontro foi muito importante. Os organizadores estão de parabéns. Esse tipo de evento contribuiu para o fortalecimento do mercado”.
Osmar Bertacini, presidente do Clube Vida em Grupo São Paulo (CVG-SP)

“Parabenizo toda a diretoria do CSP pela iniciativa de relançar o Clube de Seguros de Pessoas em Minas Gerais em um momento tão oportuno para o segmento no país. A união das entidades do setor, seguradoras e corretores é fundamental para que o mercado se desenvolva ainda mais nos próximos anos”.
Paulo Castro, presidente do Clube de Seguros de Pessoas e Benefícios do Estado do Paraná (CVG-PR)

“O evento foi um marco para o mercado mineiro. O CSP-MG pode contar com o sindicato incondicionalmente para um trabalho em conjunto em prol da melhoria do setor e da capacitação do corretor de seguros”.
Maria Filomena Branquinho, presidente do Sincor-MG e diretora social da Fenacor

“O encontro foi extremamente importante para um melhor entendimento do mercado segurador, confrontando dados da economia brasileira. O Clube de Seguros de Pessoas de Minas Gerais vem agregar um trabalho de sedimentação do crescimento da cultura do seguro no país, em consonância com as expectativas do mercado nacional”.
Augusto Matos, presidente do Sindseg MG/GO/MT/DF

Receba as novidades do CSP MG por e-mail